Palestra Casa das Ciências

Percurso cultural a Ponte de Lima

Percurso cultural a Ponte de Lima

by Marisela -Simões bibliotecária -
Number of replies: 0

 No dia 26 de maio, a biblioteca do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro proporcionou à sua comunidade escolar um percurso cultural a Ponte de Lima para ouvir falar de alguns grandes e conhecidos poetas limianos e conhecer esta bonita vila portuguesa, que recebeu carta de foral da rainha D. Teresa em 1125.

Como estava previsto, às onze horas, estávamos na Biblioteca Municipal. Fomos muito bem recebidos pela diretora desta instituição, Dr.ª Cristiana Freitas, que nos surpreendeu com a presença de um convidado, o professor doutor António Matos Reis, doutorado em história medieval. Numa linguagem clara, acessível e bem-humorada, proporcionou-nos um encontro com alguns dos maiores escritores limianos e das suas obras: Martim Soares, trovador da corte, conhecido pelas suas cantigas de escárnio e maldizer, Diogo Bernardes, o grande cantador do rio Lima, que a própria Vila elogiou ao dar o seu nome ao teatro, Delfim Guimarães, cuja obra mais emblemática - “O Rosquedo”- retrata cenas da vida da província, António Vieira Lisboa, que canta o rio Lima como o “Rio Azul”, António Feijó, que deixou líricas e bucólicas e fez a tradução e adaptação de poesia chinesa, entre outros. Referenciou também o livro “Poetas Minhotos, poetas do Minho ” de António Manuel Couto Viana, que evoca grandes nomes da poesia limiana.

Depois deste “repasto” intelectual, seguiu-se um almoço típico: o tão famoso “arroz de sarrabulho”. Para terminar, passeámos pela vila, apreciando os vários monumentos da zona histórica. Ponte de Lima tem vindo, nos últimos anos, a enriquecer o seu património, erguendo monumentos ao cidadão comum, nomeadamente os intitulados “Monumento às Feiras Novas e ao Folclore” e “Memórias do Campo” do escultor Salvador Vieira. Para retratar a lenda do Rio Lethes ou Rio do Esquecimento, foram erguidas duas estátuas nas margens do Lima, que também tivemos oportunidade de observar. Regressámos a Oliveira do Bairro à hora prevista.

Este percurso revelou-se bastante enriquecedor, não só por ter possibilitado a descoberta de grandes escritores limianos como também por ter proporcionado o convívio entre professores e funcionários do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro.

vejam aqui o vídeo:  http://www.youtube.com/watch?v=2NVE6_7jAUc

                                           As professoras bibliotecárias Angelina e Rosa